Peeling Químico

Paulo Dório 16/07/2020 • 14h07

Renove a sua pele.

O Peeling químico é um tipo de tratamento estético onde são aplicados ácidos sobre a pele, ajudando a retirar as camadas danificadas por meio da descamação. Este procedimento promove o crescimento de uma camada lisa, mais elástica, suave e fresca, por meio da renovação celular. É um técnica indicada para homens e mulheres que desejam um rejuvenescimento facial, pois trata rugas e aumenta a elasticidade da pele. Além disso, também é indicado para o tratamento e marcas de acne, manchas faciais e pintas nas costas das mãos. Os principais tipos de Peeling químico incluem:

  • Peeling químico superficial: remove a camada mais externa da pele, sendo ótimo para clarear manchas e retirar marcas de acne ou rugas superficiais; 
  • Peeling químico médio: são utilizados ácidos que removem a camada externa e média da pele, sendo utilizado para tratar acne e rugas mais profundas;
  • Peeling químico profundo: remove as camadas de pele até ao nível interno, sendo recomendado para casos de pele danificada pelo sol e outras cicatrizes, como as de acne ou acidentes.

Os resultados podem ser vistos a partir da segunda sessão de tratamento, e nesse período é aconselhado o uso de um bom creme hidratante, com filtro solar, pois a pele fica muito sensível, avermelhada e com tendência a descamar. Entre os seus principais benefícios estão à redução das cicatrizes de acne e de acidentes, renovação das camadas de pele, redução das manchas de idade ou sol, eliminação de rugas e linhas de expressão. Os resultados do Peeling Químico dependem muito de qual tipo de peeling foi realizado e das características da pele, sendo que peles claras apresentam efeitos mais satisfatórios.