(85) 3215 - 4515

Tratamentos Faciais

Limpeza de Pele

A limpeza de pele é um dos procedimentos mais populares dos centros de estética por sua simplicidade e inúmeros benefícios. A limpeza pode ser superficial ou profunda, dependendo do tipo de pele e promove a limpeza dos poros e retirada de impurezas, reduzindo a oleosidade, tonificando, hidratando e deixando a pele com aparência mais uniforme e saudável, além de reestabelecer seu ph. Outra vantagem interessante é o relaxamento que o tratamento proporciona e a forma prazerosa que é realizado.

Suas indicações são diversas, desde tratamento de cravos e espinhas ao auxílio no rejuvenescimento facial. Mas de maneira geral, qualquer pessoa que quer ter uma pele do rosto mais bonita e com aparência saudável pode se beneficiar da limpeza de pele.

- Procedimento:

O protocolo da limpeza de pele pode variar muito, mas de maneira geral, inicia-se com sabonete de limpeza e tônico facial e em seguida é aplicado um creme esfoliante (que pode ser complementado com peeling) para renovação dos tecidos da pele. Em seguida é feita a dilatação dos poros através de emolientes, extração e utilização de aparelho de alta frequência.

Após a etapa de renovação da pele são aplicadas máscaras calmantes, hidrantes e uma camada de protetor solar. O tempo de procedimento também pode variar, mas dura em média uma hora.

- Objetivos:

Promover a limpeza dos poros e retirada de impurezas da pele, reduzindo sua oleosidade através de hidratação, tonificação e esfoliação. Tendo como resultado uma pele mais uniforme e com aparência bonita e saudável.

- Indicações:

O procedimento é indicado para todos os tipos de pele no tratamento de:

– Acne (cravos e espinhas);

– Oleosidade;

– Aparência de pele sem vida;

– Controle do ph da pele.

- Vantagens:

– Renovação dos tecidos da pele através de esfoliação;

– Melhora imediata da aparência da pele;

– Indolor;

– Efeito relaxante;

– Não há hematomas, inchaço ou dores depois do tratamento.

 

Observação:

É importante ressaltar que os cuidados após o procedimento, bem como a reação do organismo são determinantes para o resultado final satisfatório do procedimento. O risco de complicações ou intercorrêcias podem ser de 1%.