(85) 3215 - 4515

Tratamentos Faciais

HYGIALUX – Fototerapia com LED

A fototerapia com luz de LED, também é conhecida como laser-lift, fotobiomodulação com LED, decapagem de luz e outras nomenclaturas. Trata-se de um procedimento de alta tecnologia e não invasivo, que atua na modulação das funções metabólicas utilizando-se uma Luz Emitida por Diodo (LED) que estimula a produção de colágeno, ou mesmo inibe determinadas atividades das células favorecendo o rejuvenescimento. Os principais benefícios deste tratamento são: uma pele mais macia, suave, com mais elasticidade e redução de linhas de expressão, rugas e pigmentação (clareamento da pele).

A principal vantagem da fototerapia com LED é por ser um dos tratamentos estéticos menos agressivos e com resultados muitos satisfatórios. Enquanto outros tratamentos promovem o aquecimento intenso da pele ou injeção de substâncias para a produção do colágeno, a fototerapia atua diretamente nas células de forma não agressiva, de forma que não há dor, marcas ou cicatrizes.

- Procedimento:

As luzes de LED atuam diretamente ao nível celular, ativando as mitocôndrias e ajudando na formação de colágeno pelos fibroplastos, além de promover a redução da produção de colágenase, que é uma enzima que destrói o colágeno bom.

A duração de cada sessão dependerá da quantidade de áreas a serem tratadas, mas geralmente não passa de 30 minutos.

- Objetivos:

Através do estímulo por luzes de LED diretamente ao nível celular, ativar os fibroblastos que irão produzir novas fibras de colágeno, tendo como resultado o rejuvenescimento e controle da pigmentação da pele.

- Indicações:

O procedimento é indicado para todos os tipos de pele no tratamento de:

– Flacidez da Pele:

– Rugas;

– Linhas de expressão;

– Pós-operatório de cirurgia plástica;

– Cicatrização;

– Controle de manchas (clareamento);

– Acne.

- Vantagens:

– Procedimento simples e não invasivo;

– Indolor;

– Método seguro e homologado pela ANVISA;

– Sessões rápidas;

– Não há hematomas, inchaço ou dores durante e depois do tratamento.

 

Observação:

É importante ressaltar que os cuidados após o procedimento, bem como a reação do organismo são determinantes para o resultado final satisfatório do procedimento. O risco de complicações ou intercorrêcias podem ser de 1%.