Confira o canal no Youtube

Tratamentos Corporais

Corrente Russa

A Corrente Russa leva esse nome por ter sido desenvolvida pela agência especial russa nos anos 80 para resolver o seguinte problema: os astronautas russos ao retornarem das missões espaciais sofriam com flacidez e até atrofia muscular. Os cientistas russos na época desenvolveram um mecanismo de eletroterapia, que é a terapia com impulsos elétricos, para combater esta flacidez.

Com o sucesso da técnica, ela foi rapidamente incorporada aos centros de estética com grande aceitação no combate a flacidez e gordura localizada, e também no tratamento de redução de medidas.
Outras aplicações interessantes da Corrente Russa são no pós-parto, no fortalecimento dos músculos do abdome e para auxiliar e acelerar os resultados de musculação.

Procedimento:
O aparelho emite ondas elétricas de baixa frequência que provocam impulsos e a contração muscular. São essas contrações induzidas pelos impulsos, que ajudam no enrijecimento muscular e combate a flacidez.

Objetivos:
Através de impulsos elétricos, elevar a capacidade muscular e combater a flacidez de maneira complementar aos exercícios físicos.

Indicações:
– Redução de Medidas;
– Flacidez;
– Fortalecimento do Tônus Muscular;
– Pós-operatório de cirurgias;
– Melhor rendimento de atividade física.

Vantagens:
– Técnicas seguras e simples;
– Procedimento homologado pela ANVISA;
– Melhora na eficácia de exercícios físicos;
– Praticidade;

*Oberservação:
É importante ressaltar que os cuidados após o procedimento, bem como a reação do organismo são determinantes para o resultado final satisfatório do procedimento. O risco de complicações ou intercorrêcias podem ser de 1%.

*Oberservação:
É importante ressaltar que os cuidados após o procedimento, bem como a reação do organismo são determinantes para o resultado final satisfatório do procedimento. O risco de complicações ou intercorrêcias podem ser de 1%.